widget-mauris-design.png
widget-mauris-design.png
widget-mauris-design.png
widget-mauris-design.png
widget-mauris-design.png
widget-mauris-design.png
widget-mauris-design.png
widget-mauris-design.png
widget-mauris-design.png

Totalefou

2006 - Jean-Luc Godard, foi um dos precursores do cinema contemporaneo por inovar na linguagem cinematografica. Esta linguagem nasce junto ao movimento Nouvelle Vague, que rompe com o cinema de Hollywood, mostrando uma nova maneira de se fazer cinema. Constituímos nossa pesquisa de TCC a partir da relação feita entre Cinema e Design, relação essa que se apresenta na utilização da linguagem. Nosso TCC nasceu da frase de Godard, que define o filme Pierrot Le Fou como um resumo de 7 filmes seus: “Pierrot Le Fou é um pequeno soldado (Le petit soldat, 1960) que descobreo através do desprezo (Le Méphris/O Desprezo, 1963) que você deve viver sua vida (Vivre sa vie, 1962), que uma mulher é uma mulher (Une femme est une femme, 1961) e que dentro de um novo mundo (O novo mundo, 1962) você tem que ser fora da banda (Bande a part, 1964) para não terminar acossado (Acossado, 1959)”. O filme Pierrot Le Fou tem estrutura de colagens e intertextualidade. Com essa característica podemos dizer que trata-se de um filme pós-moderno. Com isso desenvolvemos os conceitos individuais de cada um dos 7 filmes distribuídos em uma série online interativa. Integrantes: Elder Oliveira, Mauris Henrique, Fernando Nardini, Daniel Fontebasso, Antonio Lima, Guilhermo Kubagawa. O que fiz: Direção de vídeo, edição videos, criação Look&Feel e Direção de arte. Participação como atores: Aline Araujo e Hugo Lana dos Santos.

Teórico

Este trabalho consiste em um estudo do Cinema e do Design, duas formas de linguagem interligadas por meio da criação. O elo da relação linguagem do Cinema e linguagem do Design é o parâmetro de estudo que adotamos ao selecionarmos o filme Pierrot Le Fou (Demônio das onze horas, 1965) do cineasta Jean-Luc Godard, um dos precursores do cinema contemporâneo por inovar na linguagem cinematográfica. Esta Linguagem nasce junto ao movimento Nouvelle Vague, que rompe com o cinema de Hollywood, mostrando uma nova maneira de se fazer cinema. Godard começa a ruptura do cinema de Hollywood com o filme Acossado, que apresenta uma nova linguagem cinematográfica, sendo possibilitada por narrativas sem roteiro pré-definido, improvisação e evolução tecnológica das câmeras. Godard fez vários filmes depois de Acossado.

 

Em 1965 realizou Pierrot Le Fou, filme este que apresenta a evolução da linguagem cinematográfica de Godard. Para a realização de Pierrot Le Fou foram usadas características de sete outros filmes do próprio Godard, são eles: O Pequeno Soldado, O Desprezo, Viver a Vida, Uma Mulher é uma Mulher, O Novo Mundo, Bande à Part e Acossado. Além das características dos outros sete filmes, Pierrot Le Fou possui assuntos complexos, de extrema subjetividade. A linguagem de Godard possui uma estrutura intertextual que relaciona a história do filme com diversas temáticas como pintura, literatura, contexto político e o próprio cinema, além de ser estruturado com uma linguagem fragmentada. Todos esses temas refletem uma linguagem heterogênea que pode remeter a estrutura de projetos de Design em Hipermídia.

Projeto

Curta

© 2020 by Mauris Poggio